Central de Atendimento:(SAC)
(71) 4141-3400
Economia deve crescer mais em 2012, afirma presidente do BC

A economia brasileira deve crescer mais em 2012 ante o ano passado, ajudada por mais reduções na taxa básica de juros, disse o presidente do Banco Central, Alexandre Tombini, nesta quinta-feira (2).

Falando a jornalistas nos bastidores de uma conferência bancária em Mumbai, na Índia, Tombini disse que o crescimento econômico ficou perto de 3% em 2011.

Para presidente do BC, há espaço para estímulo econômico
"A economia está recuperando velocidade agora e o Brasil deve crescer mais em 2012 que em 2011, e crescer mais no segundo semestre do ano do que no primeiro por causa de atrasos na política monetária", disse Tombini.

Ele afirmou que há espaço para mais afrouxamento monetário sem colocar em risco a meta de inflação, que é de cerca de 4,5%, em 2012.

Tombini disse que a valorização do real, que tem sido intensa em 2012, acontece em linha com a de outras moedas.

"[O ano de] 2012 começou em um tom otimista em relação aos mercados. Portanto, isso se reflete nas moedas do mundo todo, inclusive no real".

Tombini disse ainda que as reservas internacionais do Brasil são modestas se comparadas ao tamanho da economia e a outros países.

Fonte: Folha.com