Central de Atendimento:(SAC)
(71) 4141-3400
Raios fazem seis mortos em 18 dias; veja como se proteger

Os primeiros dias do ano de 2012 já registram seis mortes causadas por raios no Brasil. Somente no Estado de São Paulo, foram registradas quatro mortes, de acordo com o Grupo de Eletricidade Atmosférica (ELAT) do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE). As outras mortes foram registradas em Goiás e Rondônia. A freqüente formação de temporais faz do verão um período propício para queda das descargas de energia.

Nesta estação, veranistas são alvos fáceis, quando não estão preparados para enfrentar temporais nos finais de tarde. A falta de habilidade com a mudança de clima na praia pode colocar os turistas numa situação ainda pior. Por isto, a Defesa Civil do Guarujá, no litoral de São Paulo, deu início a uma campanha de conscientização sobre os perigos dos raios.

Dentre as medidas, placas com alertas são colocadas na orla. "Turistas não estão acostumados com a formação de tempestade, por isso é importante ter atenção nas dicas", afirma Carlos Adolfo Fernandez, geólogo da diretoria de Defesa Civil do Guarujá.

O clima, no entanto, dá boas indicações sobre a possibilidade de temporais. Calorão durante o dia é o primeiro indício de chuva. A atenção dos turistas deve ser redobrada logo que o céu escurecer. Trovões, mesmo que ainda fracos, também chamam a atenção, como alerta Carlos Adolfo. "A principal e mais importante dica é abandonar a praia imediatamente quando vir a formação de temporal."

Veja uma lista de sete cuidados que devem tomados na praia para evitar ser atingido por raios.

1 - Tempo nublado requer atenção: ao perceber a formação de tempo nublado, com nuvens escuras, abandone a praia. Provavelmente, uma chuva cairá sobre o local, dando margem para a queda de raios.

2 - Corra para o local mais próximo: se a chuva o pegou desprevenido, procure abrigo em algum tipo de edificação, como prédios, comércio e casas.

3 - Evite lugares isolados: ficar próximo de árvores e quiosques não é uma boa, ainda mais quando são altos e isolados. Em ambientes abertos, o raio cairá no ponto que se "destacar".

4 - Proteja-se: se não houver nenhum abrigo por perto, a dica é ficar agachado com os pés juntos até a tempestade passar. A técnica muito comum nos alertas da Defesa Civil indica que não se deve deitar no chão, apenas agacha-se.

5 - Refúgio no carro: a carroceria é uma proteção a quem estiver em seu interior no momento da chuva, desde que se toque nas partes metálicas. Feche os vidros e saia do veículo apenas quando o temporal passar.

6 - Não entre na água: deixe para dar o mergulho depois da tempestade. Enquanto a chuva estiver caindo, apenas aprecie o mar, pois a água conduz eletricidade.

7 - Borracha não evita problema: colocar chinelos para andar na praia em dias de chuva não evita a descarga de energia. Do mesmo modo, pneus não protegem contra os raios.

Fonte: Portal TERRA